Principais causas para deficiência dos cronogramas nos projetos

Diariamente no ambiente de trabalho somos bombardeados com palavras que nos remetem ao planejamento e ao acompanhamento das atividades do projeto. Mesmo quem não seja coordenador de projetos, já se acostumou às seguintes expressões: salvar o baseline, publicar e atualizar o cronograma, nivelar recursos, entre outras…

A ferramenta que temos para o acompanhamento e a tomada de decisão, para assegurar a entrega do projeto e o atendimento de seus objetivos juntos aos stakeholders, é o cronograma.

Apesar de não questionarmos a importância dessa ferramenta e de sermos constantemente demandados para mantê-lo o mais próximo possível fiel à realidade, infelizmente vemos vários projetos fracassarem nos seus objetivos. Uma análise mais aprofundada nos mostraria as principais falhas relacionadas aos cronogramas:

1 – Falta de consideração de recursos – (PLANEJAMENTO)

2 – Ausência de contingência de tempo – (PLANEJAMENTO)

3 – Atualização de cronograma sem geração de relatórios – (CONTROLE)

4 – Estrutura de planejamento mal definida (ex. Falta de atividades) – (PLANEJAMENTO)

5 – Falta da utilização do cronograma para gerenciar o projeto (um cronograma diferente para cada situação) – (CONTROLE)

6 – Falta de interpretação das modificações do cronograma após as atualizações – (CONTROLE)

7 – Utilização de calendários inadequados – (PLANEJAMENTO)

8 – Utilização excessiva e desnecessária de restrições e vínculos (SS, FF, SF, lags, leads) – (PLANEJAMENTO)

9 – Pouca cobrança dos clientes – (CONTROLE)

10 – Deficiente análise de risco – (PLANEJAMENTO)

11 – falha no rigor do controle por meio de baselines salvas – (CONTROLE)

12 – Cronograma atualizado após o término do projeto – (CONTROLE)

Esse ranking das principais falhas e fracassos envolvendo os cronogramas foi adaptado da Revista Mundo PM Out/Nov 2007, de um artigo de MATTOS, Aldo Dórea (2007).

Dessa maneira, vemos a importância de fase do planejamento do projeto, momento onde os stakeholders devem possuir um papel ativo na preparação e na validação do cronograma e do plano de execução e controle do projeto.

Apesar de todos esses esforços para se melhorar a qualidade da informação presente no cronograma, imprevistos e problemas podem ocorrer, porém os cuidados e a boa preparação na fase de planejamento levará a um melhor plano de resposta e reação e retomada no controle do projeto.

Latest tweets

    Similar articles

    Deixe uma resposta